Mantra Adventure

Mochila de Batom

A idéia de reunir um grupo somente de mulheres para explorar montanhas surgiu da crescente procura feminina por atividades outdoor. Hoje a mulher está muito mais auto suficiente… Caminhar, lidar com as adversidades da natureza, enfrentar baixas e altas temperaturas, carregar a própria mochila, montar acampamento, não é mais problema para muitas que descobrem neste tipo de atividade o verdadeiro sentido do SER… Percebem o quanto são fortes, a auto estima se eleva, descobrem como lidar com imprevistos e tomar decisões rápidas. Pensando em tudo isso desenvolvemos o projeto Mochila de Batom, onde é permitido somente a participação de mulheres (incluindo as guias). Os eventos são de diferentes graus de dificuldade, desde hikings, trekkings à travessias.

fotos_mochila_batom

  • XXX XXX
  • Aninha Running
    Falaí Pessoas do Bem! Durante minha ida (7km) e volta (7km) ao Cume do Capim Amarelo neste final de semana com a primeira expedição feminina organizada pela Mantra Adventure, ao comando das guias Laila Blanch Galetti e Shirley Medrado, refleti muito sobre tantas coisas e duas delas foi sobre o RESPEITO e GRATIDÃO. Por mais difícil que seja uma situação ou circunstância que a vida nos trouxer, não importa o que causou, temos e precisamos respeitar as diferenças, os limites, os “porquês”, entender os motivos de quaisquer razão, sabem o motivo? NÃO SOMOS NADA ALÉM DE PEQUENAS PARTÍCULAS DE MATÉRIA QUE UM DIA RETORNAREMOS AO PÓ, OU SEJA, SOMOS TODOS IGUAIS. A diferença é que cada ser humano busca se aperfeiçoar ou adaptar-se a algo que lhe traga prazer ou certo conforto ou até mesmo tolerância. E foi o que aconteceu comigo, busquei e, enquanto puder, permanecerei buscando PAZ INTERIOR e que essa mesma paz transborde de modo que as pessoas que estejam ao meu lado sejam atingidas e me perguntem como consigo isso, e daí minha resposta será única: “BORA COMIGO ESCALAR UM MONSTRÃO OU UMA MONSTRONA E QUANDO CHEGARMOS NAS NUVENS VOCÊ SENTIRA DE MODO QUE EU NÃO PRECISE LHE CONTAR, VOCÊ VAI ENTENDER SEM PALAVRAS!” Poder percorrer uma trilha por sobre uma Montanha é tremendo, é maravilhoso, é desafiador, é permitir-se sair da zona de conforto e provar a si mesmo que é possível, que se é capaz, que nada e nem ninguém pode com você, sabe por que? PORQUE SER MONTANHEIRA NÃO É PRA QUALQUER PESSOA! SÓ QUEM É ESCOLHIDA PELA MONTANHA PODE TER A OPORTUNIDADE DE ENTRAR NELA, SE DESLUMBRAR COM BELEZAS SEM IGUAL, VER O PÔR E O NASCER DO SOL E, PRINCIPALMENTE, SAIR DELA TRANSFORMADA, ENERGIZADA, RESTAURADA, É PODER COMPARTILHAR ABRAÇOS E LÁGRIMAS TÃO TRANSPARENTES E VERDADEIROS DE MODO QUE O GRUPO SE TORNE UM ÚNICO SER, POIS OS CORAÇÕES BATEM JUNTOS, A RESPIRAÇÃO É ÚNICA, MESMO QUE OS PROPÓSITOS SEJAM DISTINTOS, MESMO QUE AS RESPOSTAS SEJAM INDIVIDUAIS, MAS A ESSÊNCIA É E SERÁ ÍMPAR! Montanha AGRADEÇO e RESPEITO sua força e energia! Sou Grata por todo ensinamento e quero aprender mais, receber mais e mais. Juntamente com minhas irmãs montanheiras cantamos pra você Montanha e uma das melodias que mais cantarolei foi Loucas Horas – Guilherme Arantes. “As loucas horas com você Eu vivo a sonhar Te quero O mundo Fica perfeito contigo Nas poucas As loucas horas com você Que o sol queima a nossa face” SUPER AGRADECIDA CUME CAPIM AMARELO!
  • Caroline Caetano
    Essa foi a minha sexta experiência com a Mantra, momentos unicos com paisagens espetaculares, momentos que deixarão marcas eternas na minha alma, lições que só a Montanha consegue ensinar, amizades com ligações difícil de explicar. É muito mais que uma agência pra mim, ja faz parte da minha história, confiança, carinho e gratidao pela Laila e toda equipe.
    Participar desde projeto foi maravilhoso, Expedição Mochila de Batom mostrando que lugar de mulher é onde ela quer!!!
  • Cristiane Pereira
    Subir uma montanha exige mais do que apenas um bom.condicionamento físico, exige equilíbrio e concentração…chegar ao cume, assistir o pôr e o nascer do Sol la em cima é uma experiência única… sem dúvida não existe melhor terapia para quem vive numa cidade como São Paulo…obrigada as minhas amigas trilheiras Cleide Ramos, Caroline Caetano, Aninha Running, Alessandra Raide, Maria Bernadete de Morais e Adriana Aranda cantamos… nos divertimos e nos superamos mais uma vez! Laila Blanch Galetti e Shirley Medrado parabéns pela organização e obrigada por tudo!
  • Cleide Ramos
    Algumas mulheres se tornam fortes quando são mães, outras quando conquistam os 18 anos, por aí vai… Cada uma sabe o que te faz forte, Eu apesar de ter vivido com uma Avó forte, de ter o exemplo de uma Mãe forte, não sabia que era forte,lógico que não me descobrir forte sozinha, era um grupo de mulheres de Mochila de batom, que ajudaram nessa conquista… Durante a subida Eu pensava: preciso comer essa maçã que está na mochila… Durante a descida Eu pensava: se subi… Agora é hora de descer… Foi assim, que cheguei no final da trilha… Com o apoio da galera da Mochila, das guias da Mantra… Elas cantavam, batiam palmas…O coração foi enchendo de gratidão e a emoção escorreu pelo olhos através de lágrimas de emponderamento… Eu fui… Eu subi… Eu desci!‪

Mantra Adventure

11 3542.0585

São Paulo • SP • Brasil

contato@mantraadventure.com.br

Rumo ao norte